Gustavo Lima

Gustavo Lima
Homem de Família

Te olhei, você me olhou
Agora minha vida acredita
Nunca acreditei em amor a primeira vista

Até você aparecer do nada
E arrancar minha cachaça com o seu beijo de batom
Até você aparecer do nada
E quem diria que do carro agora até tirei o meu som

E quem me viu, se visse hoje não acreditaria
Que o cachaceiro virou homem de família
Troquei a noite pelo dia

E quem me viu, se visse hoje não acreditaria
Troquei o bar, agora é só sorveteria
Só eu e ela quem diria
Que o cachaceiro virou homem de família

Até você aparecer do nada
E arrancar minha cachaça com o seu beijo de batom
Até você aparecer do nada
E quem diria que do carro agora até tirei o meu som

E quem me viu, se visse hoje não acreditaria
Que o cachaceiro virou homem de família
Troquei a noite pelo dia

E quem me viu, se visse hoje não acreditaria
Deixei o bar, agora é só sorveteria
Só eu e ela quem diria
Que o cachaceiro virou homem de família

Acreditaria, que o cachaceiro virou homem de família
Troquei a noite pelo dia

E quem me viu, se visse hoje não acreditaria
Troquei o bar, agora é só sorveteria
Só eu e ela quem diria
Que o cachaceiro virou homem de família

Só eu e ela quem diria
Que o cachaceiro virou homem de família, de família