A+ A-

Pará de Minas e Região


Pará de Minas e Região - 17/02/2017    Comentar   Facebook
Fechar

Comentar

Comunidades Terapêuticas enfrentam dificuldades para se manterem

Capa

Muito admirado pela população de Pará de Minas, o trabalho das Comunidades Terapêuticas, as conhecidas Fazendinhas de Recuperação, realizam um acompanhamento de jovens e adultos que desejam deixar o vício.

Em tempos de grande circulação de drogas e fácil acesso a estas substâncias que causam dependência, toda ajuda para retirar as pessoas desse caminho, é valorizado pela sociedade. Mas nem sempre o apoio é suficiente para manter o trabalho que exige manutenção de um espaço físico adequado, profissionais de saúde, alimentação, medicamentos, roupas e outras despesas.

Muitas comunidades terapêuticas enfrentam obstáculos para manter este trabalho de apoio e solidariedade, sobretudo em relação ao financeiro. É o caso da Fazendinha Nossa Senhora de Fátima, coordenada pelo jovem Thiago Daldegan.

Segundo ele a entidade, que hoje funciona na comunidade rural de Paivas atende 14 homens com idades entre 21 e 45 anos, e que se mostram dispostos a deixar o vício. O trabalho é intenso na fazendinha, já que ela segue um método padrão de tratamento com duração de 9 meses para cada recuperando. Thiago conta que os resultados são surpreendentes. 
Embora a coordenação esteja comemorando os resultados, na hora de fazer a contabilidade às contas não fecham, e a fazendinha não tem conseguido sequer fazer a compra de mantimentos. Quem quiser colaborar com a Fazendinha Nossa Senhora de Fátima deve entrar em contato com o escritório da entidade na rua Coronel Bernardino 105-A ou ligar para o 9.9165-6693.