A+ A-

Pará de Minas e Região


Pará de Minas e Região - 29/03/2017    Comentar   Facebook
Fechar

Comentar

Secretário da Saúde apresenta relatório mostrando a realidade do setor que consome um terço dos recursos da prefeitura

Capa

A Secretaria Municipal de Saúde apresentou aos vereadores e demais presentes na Câmara Municipal, durante reunião legislativa, um levantamento referente ás ações no setor de saúde em Pará de Minas. 

O relatório foi detalhado e explicado pela referência Técnica do Sistema de Monitoramento da pasta, Cristiane dos Santos Paulino. 

Segundo os dados, 65% da população precisa do Sistema Único de Saúde (SUS), exigindo gasto aproximado de 32% do orçamento municipal, acima do que prevê a legislação, que é de 15%. 

Ainda assim, o índice não é satisfatório. Isso porque, o montante dividido pelo número de habitantes, representa um gasto de R$ 2,24 por habitante. 

Ou seja, a prefeitura investe pouco mais de dois reais em saúde para cada morador da cidade, valor muito abaixo do necessário. 

Para o secretário Paulo Duarte, os números preocupam e exigem do poder público mais responsabilidade na hora de gerir os recursos.Ainda segundo informações da Secretaria de Saúde, entre as principais demandas do município estão às cirurgias eletivas. Ao ser questionado sobre o levantamento da secretaria, o prefeito Elias Diniz preferiu destacar os pontos positivos que a prefeitura tem realizado nestes três primeiros meses de administração. 

Ele, inclusive, afirmou que nos últimos 15 dias os problemas de saúde pública em Pará de Minas desapareceram.O prefeito destacou ainda que o objetivo imediato da prefeitura é acabar com a fila de espera por exames em Pará de Minas, como por exemplo, ultrassom e mamografia.